IÚRI GÁGARIN         


YURI  GAGARIN (1934-1968)

 

     

Nascido em 9 de março de 1934, tornou-se o primeiro homem no espaço, ao orbitar a Terra em 1961.

  Iúri Gágarin era major do Exército soviético, piloto de aviões e conhecedor do que havia de melhor em termos de aeronaves da época. Escolhido para a missão pioneira, acabou virando herói da propaganda comunista de seu país. Após o vôo da Vostok, continuou no programa espacial e em seus treinos militares na aeronáutica.

  Foi em um desses treinos, com um avião MIG-15, que morreu em 27 de março de 1968, com a idade de 34 anos: o aparelho se espatifou no solo em Kirzhach, na Rússia.

 

Capa da revista americana    Newsweek, de 24 de abril de 1961.

                   A  HISTÓRIA

  Depois de colocarem o primeiro satélite em órbita terrestre, o Sputnik, e lançarem a cadela Laika no espaço, os russos preparavam seu primeiro cosmonauta. Cerca de 2000 pilotos militares russos foram inicialmente selecionados e apenas 20 ficaram para os primeiros testes intensivos. Destes, os seis primeiros cosmonautas russos seriam selecionados, mas dois eram os mais bem cotados: Iúri Gágarin e German Titov. Além das capacidades físicas e de pilotagem, os russos valorizavam a resistência à solidão e fatores psicológicos. Os futuros astronautas precisariam enfrentar problemas sozinhos, na vastidão do Cosmo.

  Para o primeiro vôo, Gágarin acabou sendo o recomendado pela Força Áerea e então escalado. Titov teria sua chance mais tarde, na segunda missão soviética.

                     VOSTOK 1

  Data: 12 de abril do ano de 1961. Aquele seria um dia histórico. Um astronauta, instalado dentro de uma minúscula nave de pouco mais de três metros, montada sobre um foguete de 40 metros de altura, preparava-se para ser lançado no espaço. Na manhã daquele dia, na base espacial de Baikonur, todos os envolvidos no projeto não esperavam outra coisa que não fosse o sucesso da arriscada missão.

  O astronauta era um jovem de 27 anos, Iúri Gágarin, piloto militar do Exército soviético e consciente do perigo e da responsabilidade da viagem que faria. Levava uma câmara de televisão em sua cabine, apontada para si.

    Duas horas antes do lançamento, Gágarin aproximou-se da torre de serviço ao lado do foguete, vestindo seu uniforme vermelho de cosmonauta e o capcete branco. Subiu no elevador os 40 metros até sua nave, no topo do foguete e aguardou a contagem regressiva.

   Eram cerca de nove horas da manhã, pela hora oficial de Moscou, quando o foguete lançador começou a subir. Na sequência, Gágarin faria uma órbita completa da Terra, voandodurante quase duas horas, a bordo da astronave batizada como Vostok 1. Nunca nenhum homem tinha observado seu próprio planeta de tão alto. Ficou 108 minutos no espaço.

  Hoje os norte-americanos reclamam que seu voo não teve pouso controlado, então não deveria ser considerado como o primeiro homem em nave manobrada - mas essa alegação é patriotismo barato. O fato é que naquele momento a USSR estava na frente dos EUA na corrida espacial - já tinham colocado em órbita também o primeiro satélite. Curisoso que os americanos não lembram que o primeiro voo de avião deles (Irmãos Wright) também não deveria ser levado a sério, por conta de ter sido catapultado (não decolou com motor próprio, como o fez Santos Dumont). É fato que o mundo todo considera a missão Vostok 1 como a do primeiro homem no espaço. Um pouco mais tarde, em 1963, os russos também colocariam a primeira mulher no espaço na missão da Vostok 6: Valentina Tereshkova

Adaptado do livro ''Espaço, o Último Desafio" ; Luis Fábio S.Pucci © Laborciência Editora  - São Paulo, 1997.

   
                                                                                     Gágarin (direita) e German Titov (esquerda) foram os dois primeiros homens no espaço, em 1961, nas Vostok 1 e 2, respectivamente. 

Veja a história da missão Vostok  e uma entrevista de Gagarin na Tv Soviética .

Mais sobre Gagárin: Em Busca de Gagárin - reportagem que revisita os monumentos e os locais que relembram o cosmonauta soviético (em Inglês). 

SELOS - Gágarin em estampas postais e cartões comemorativos de vários países. 

Jornal soviético PRAVDA de 14 de abril de 1961- o dia do vôo.

Comrade Kosmonaut - site com multimídia e artigos completos

Jornal OESP de 1961 com Gagarin

 

           Texto: Alunos da EE Andronico de Mello. Revisão: Luis Fábio.




   
1997/2018 © Luis Fábio S. Pucci, Instituto Galileo Galilei, São Paulo, SP. 
   Twitter
Twitter Luis Fábio
 
 
   
  Site Map